Isso não é uma receita

Desde pequena tenho verdadeira paixão pela cozinha, ou melhor…por comida. Cresci vendo minha mãe cozinhar verdadeiros deleites doces e salgados não só para festas de família, mas também para quem quisesse comprar. Era uma verdadeira loucura! Torres de panelas de brigadeiro e dos mais diversos recheios de bolos e tortas eram uma constante em minha casa.

Ô lá em casa... (Imagem: Reprodução)

Ô lá em casa... (Imagem: Reprodução)

Engana-se quem pensa que eu aproveitava desse pequeno pedaço de paraíso que era a cozinha de onde eu morava. Na verdade, como sempre tive muita tendência a engordar e pisei no Vigilantes do Peso pela primeira vez aos 10 anos de idade, eu morava mesmo em um poço de tentações diárias…mas entre quilos a mais e a menos, sobrevivi.

Minha mãe nunca me ensinou a cozinhar, não sei se pela falta de tempo ou pela falta de paciência. Eu nunca fui do tipo “menina prendada” e apesar de quando criança ter todos os brinquedos infantis que faziam parte da cozinha e viver lendo os livros de receitas da minha mãe, até pouco tempo atrás meus amigos de infância e meus familiares ainda tinham a impressão que eu era aquela menina sem jeito algum para a coisa.

Claro que eles não estavam completamente errados! Estou longe de saber cozinhar de verdade, tudo o que eu faço vem de anos de observação à minha mãe e claro…pura gula! Às vezes pego algumas receitas na internet e vou inventando coisas em cima do que leio. Raramente me prendo as quantias corretas, e quando eu não estrago completamente o prato, fica tudo muito gostoso…!

Para meu post de estreia resolvi fazer um macarrão com molho branco e camarão. Bem longe da refeição light que eu deveria estar fazendo, porém bem gostosa! Comprei meio quilo de camarão sem cabeça, limpo e congelado. Óbvio que tem um gosto peculiar de borracha, mas como eu to meio dura…era o que tinha pra hoje.

Talharim, molho Bechamel e camarões. (Fotos: Reprodução)

Talharim, molho Bechamel e camarões. (Fotos: Reprodução)

Fiz um molho tipo bechamel, botei um talharim para cozinhar, temperei os camarões com sal e pimenta do reino e refoguei-os no azeite. Ah, detalhe que tinha uma garrafa de vinho branco bem vagabundo aqui que meu amigo trouxe para uma festa, que como ninguém conseguiu beber, acabei usando pra cozinhar! Coloquei no meu molho branco junto com um pouco de leite de coco (erro da noite… não recomendo!) e…voilá!!!

E só pra esse post ficar ainda mais bonitinho, aqui vai a receita básica do molho bechamel. Este molho é ótimo pq ele é bem básicão, qualquer coisa que você coloca nele fica bom e dá pra comer com várias coisas também…acho (~chefs de cozinha se contorcem~)!

Molho Bechamel

1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sobremesa) de farinha de trigo
120 ml de leite
pimenta e noz-moscada a gosto

Eu coloquei cebola e alho também…refoguei, joguei o leite…acabei de perceber que esqueci da farinha, mas coloquei um pouco de amido de milho para engrossar. Coloquei também creme de leite, leite de coco e vinho branco vagabundo. Ah! Coloquei também um pouco de queijo-ralado. Não tinha noz-moscada aqui e acabei de perceber que eu passei longe de fazer um molho bechamel de verdade. O importante é que ficou uma delícia e fui até elogiada. Uh uh uh!

E o camarão? Depois de refogá-los no azeite, como eu disse a cima…eu os coloquei lindamente sobre o molho que previamente já havia misturado com o macarrão (genia). Como eu disse, isso não é uma receita! Prometo que nos próximos post isso irá mudar…será?

Beijosss….

Theo 😉

Ps: Todas as fotos são meramente ilustrativas, se eu fosse fotografar meu lindo prato do meu Blackberry sem flash…acho que vocês não iam curtir TANTO. ❤

Anúncios